© Featureflash Photo Agency via ShutterStock (ID: 1458658487)

Quentin Tarantino considera esta obra prima de Alfred Hitchcock “medíocre”

Quentin Tarantino não para! O realizador de “Pulp Fiction” continua a dar a sua opinião e agora critica este filme de Alfred Hitchcock.

Quentin Tarantino é, para muitos, um dos melhores realizadores da história da sétima arte. Porém, além dos seus icónicos filmes, o cineasta norte-americano tem ganho o hábito de dar a sua opinião sobre vários filmes e tópicos – o western favorito, a comédia romântica perfeita, o filme de contracultura idealseu filme menos favoritoremake que menos gosta, comédia romântica que o fez chorara sua maior inspiração.

Lê Também:   Festival da Canção 2024 | Apresentadores, artistas, datas e muito mais

É apreciado por milhões de espectadores casuais, mas também por vários jovens cineastas que veem em Quentin Tarantino uma grande fonte de inspiração. Numa filmografia bastante aclamada encontramos – “Pulp Fiction” (1994), “Sacanas sem Lei” (2009), “Cães Danados” (1992), “Era uma vez… em Hollywood” (2019), “Kill Bill Vol.1” (2003), “Django Libertado” (2012), “Jackie Brown” (1997), entre outros.

No agregador de criticas Rotten Tomatoes, “Pulp Fiction” é o filme com a melhor classificação (92%) de toda a sua filmografia. Anthony Lane, do New Yorker, escreve, “a conversa é suja e divertida, a violência está sempre à espera ao virar da esquina”.

Lê Também:   Prince of Persia: The Lost Crown, a Crítica | Ubisoft redimiu-se e traz um dos melhores jogos dos últimos anos

Da mesma forma que analisam os seus filmes, Quentin Tarantino também faz o mesmo com as obras de outros importantes realizadores. Este filme de Alfred Hitchcock não fugiu à critica.




“MEDÍOCRE”

O Meu Nome é Alfred Hitchcock Quentin Tarantino North by Northwest critica
©Zero em Comportamento

Numa conversa com o aclamado escritor Bret Easton Ellis, Quentin Tarantino revelou que nunca foi particularmente fã de Alfred Hitchcock. O lendário realizador britânico fez alguns dos filmes mais conhecidos da história – “Psico” (1960), “A Mulher que Viveu Duas Vezes” (1958), “Janela Indiscreta” (1954), entre outros.

Lê Também:   Este belo filme com Gary Oldman ganhou três Óscares e já está disponível na Prime Video

Porém, há um que o realizador de “Cães Danados” não gostou mesmo – “não sou o maior fã de Hitchcock e, na verdade, não gosto de ‘Vertigo’ (“A Mulher que Viveu Duas Vezes“) e dos seus filmes dos anos 50 – têm o fedor dos anos 50, que é semelhante ao fedor dos anos 80. As pessoas descobrem ‘Intriga Internacional’ aos 22 anos e acham-no maravilhoso quando na verdade é um filme muito medíocre”.

Lê Também:   Estas duas operadoras unem forças e melhoram o serviço em todo o país

Da mesma forma Quentin Tarantino acrescenta que prefere os filmes inspirados no trabalho de Alfred Hitchcock do que os próprios filmes do cineasta – “sempre achei que os acólitos de Hitchcock levaram mais longe as suas ideias cinematográficas e histórias. Adoro os filmes de Hitchcock de Brian De Palma. Adoro as meditações de Hitchcock feitas por Richard Franklin e Curtis Hanson. Prefiro-os ao Hitchcock real”.

TRAILER | NORTH BY NORTHWEST, O FILME DE ALFRED HITCHCOCK QUE QUENTIN TARANTINO NÃO É FÃ

Já viste este filme? 



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *