© Courtesy of TIFF

BAFTA 2021 | Lista de nomeados promove a inclusão

Foram revelados os nomeados para 74ª edição dos British Academy Film Awards, mais conhecidos por BAFTA, com uma lista que promove a inclusão.

Depois de um ano bastante afetado pela pandemia, onde vimos algumas produções perderem o ritmo e serem consequentemente canceladas, eis que a temporada de prémios 2020/2021 chega para nos provar que dentro das adversidades, encontramos sempre exemplos que merecem ser destacados. A cerimónia deste ano dos prémios BAFTA será, por motivos óbvios, sem público e decorrerá no dia 11 de abril, neste que é um importante marco da “award season” onde se privilegia, em primeiro lugar e com todo o mérito, o cinema britânico.

Gotham Awards
Frances McDormand em “Nomadland” © Fox Searchlight Pictures

No ano passado, o grande vencedor da noite foi o épico 1917, filme que conta a história de dois jovens soldados britânicos durante a Primeira Guerra Mundial, arrecadando sete BAFTA incluindo alguns dos prémios principais como o de Melhor Filme e Melhor Realizador. Este ano, quem lidera a lista com sete nomeações cada um são os filmes “Nomadland – Sobreviver na América” e “Rocks”, sendo que pouco atrás ficaram produções como “O Pai” com  Anthony Hopkins, “Mank” do aclamado realizador David Fincher, “Minari” que conta a história de uma família coreana que se muda para os EUA à procura do “sonho americano” e “Uma Miúda com Potencial” de Emerald Fennell com seis nomeações cada um. Ainda dentro das indicações, quatro mulheres estão nomeadas para a categoria de Melhor Realizador, incluindo Chloe Zhao, vencedora do Globo de Ouro para Melhor Realizador deste ano.

Minari
Alan Kim em “Minari” © A24
Lê Também:
Globos de Ouro 2021 | Lista Completa de Vencedores

Depois da polémica do ano passado, com a ausência de presenças femininas na área da realização num ano onde o seu crescimento foi notório e a falta de diversidade nos nomeados, criando movimentos nas redes sociais como o #BAFTAsSoWhite, este ano a organização decidiu fazer (e bem) diferente, introduzindo a lista mais inclusiva que temos visto nos últimos anos na área cinematográfica. Um gesto de louvar que revela uma aprendizagem social e cultural por parte desta grande festa que celebra o cinema no seu melhor.

CONHECE A LISTA DE NOMEADOS PARA OS BAFTA 2021:

MELHOR FILME

“O Pai”

“O Mauritano”

“Nomadland – Sobreviver na América”

“Uma Miúda com Potencial”

“Os 7 de Chicago”

 

MELHOR REALIZADOR

“Druk” – Thomas Vinterberg

“Babyteeth” – Shannon Murphy

“Minari” – Lee Isaac Chung

“Nomadland – Sobreviver na América” – Chloé Zhao

“Quo Vadis, Aida?” – Jasmila Žbanić

“Rocks” – Sarah Gavron

 

MELHOR FILME BRITÂNICO

“Calm With Horses”

“A Grande Escavação”

“O Pai”

“Hóspede Indesejado”

“Limbo”

“O Mauritano”

“Mogul Mowgli”

“Uma Miúda com Potencial”

“Rocks”

“Saint Maud”

 

MELHOR ATRIZ

Bukky Bakray – “Rocks”

Radha Blank – “The Forty-Year-Old Version”

Vanessa Kirby – “Pieces of a Woman”

Frances McDormand – “Nomadland – Sobreviver na América”

Wunmi Mosaku – “Hóspede Indesejado”

Alfre Woodard – “Clemência”

 

MELHOR ATOR

Riz Ahmed – “Sound of Metal”

Chadwick Boseman – “Ma Rainey: A Mãe do Blues”

Adarsh Gourav – “O Tigre Branco”

Sir Anthony Hopkins – “O Pai”

Mads Mikkelsen – “Druk”

Tahar Rahim – “O Mauritano”

 

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

Niamh Algar – “Calm With Horses”

Kosar Ali – “Rocks”

Maria Bakalova – “Borat, o Filme Seguinte: Entrega de Suborno Prodigioso a Regime Americano Para Fazer Benefício à Outrora Gloriosa Nação do Cazaquistão”

Dominique Fishback – “Judas and the Black Messiah”

Ashley Madekwe – “County Lines”

Yuh-Jung Youn – “Minari”

 

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

Daniel Kaluuya – “Judas and the Black Messiah”

Barry Keoghan – “Calm With Horses”

Alan Kim – “Minari”

Leslie Odom Jr – “One Night In Miami…”

Clarke Peters – “Da 5 Bloods – Irmãos de Armas”

Paul Raci – “Sound of Metal”

 

MELHOR ESTREIA POR UM REALIZADOR, ARGUMENTISTA OU PRODUTOR BRITÂNICO

“Hóspede Indesejado” – Remi Weekes (argumentista/realizador)

“Limbo” – Ben Sharrock (argumentista/realizador), Irune Gurtubai (produtora)

“Moffie” – Jack Sidey (argumentista/produtor)

“Rocks” – Theresa Ikoko, Claire Wilson (argumentistas)

“Saint Maud” – Rose Glass (argumentista/realizadora), Oliver Kassman (produtor)

 

MELHOR FILME –  LÍNGUA NÃO INGLESA 

“Druk”

“Dorogie tovarishchi”

“Os Miseráveis”

“Minari”

“Quo Vadis, Aida?”

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

“Colectiv”

“David Attenborough: A Life on Our Planet”

“The Dissident”

“My Octopus Teacher”

“O Dilema das Redes Sociais”

 

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

“Bora Lá”

“Soul – Uma Aventura com Alma”

“Wolfwalkers”

 

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL 

“Druk” – Tobias Lindholm, Thomas Vinterberg

“Mank” – Jack Fincher

“Uma Miúda com Potencial” – Emerald Fennell

“Rocks” – Theresa Ikoko, Claire Wilson

“Os 7 de Chicago” – Aaron Sorkin

 

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO 

“A Grande Escavação” – Moira Buffini

“O Pai” – Christopher Hampton, Florian Zeller

“O Mauritano” – Rory Haines, Sohrab Noshirvani, MB Traven

“Nomadland – Sobreviver na América” – Chloé Zhao

“O Tigre Branco” – Ramin Bahrani

 

MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL

“Mank” – Trent Reznor, Atticus Ross

“Minari” – Emile Mosseri

“Notícias do Mundo” – James Newton Howard

“Uma Miúda com Potencial” – Anthony Willis

“Soul – Uma Aventura com Alma” – Jon Batiste, Trent Reznor, Atticus Ross

 

MELHOR FOTOGRAFIA

“Judas and the Black Messiah” – Sean Bobbitt

“Mank” – Erik Messerschmidt

“O Mauritano” – Alwin H Küchler

“Notícias do Mundo” – Dariusz Wolski

“Nomadland – Sobreviver na América” – Joshua James Richards

 

MELHOR GUARDA-ROUPA

“Ammonite” – Michael O’Connor

“A Grande Escavação” – Alice Babidge

“Emma” – Alexandra Byrne

“Ma Rainey: A Mãe do Blues” – Ann Roth

“Mank” – Trish Summerville

 

MELHOR EDIÇÃO

“O Pai” – Yorgos Lamprinos

“Nomadland – Sobreviver na América” – Chloé Zhao

“Uma Miúda com Potencial” – Frédéric Thoraval

“Sound of Metal” – Mikkel EG Nielsen

“Os 7 de Chicago” – Alan Baumgarten

 

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO 

“A Grande Escavação” – Maria Djurkovic, Tatiana Macdonald

“O Pai” – Peter Francis, Cathy Featherstone

“Mank” – Donald Graham Burt, Jan Pascale

“Notícias do Mundo” – David Crank, Elizabeth Keenan

“Rebecca” – Sarah Greenwood, Katie Spencer

 

MELHOR CARACTERIZAÇÃO

“A Grande Escavação” – Jenny Shircore

“Lamento de uma América em ruínas” – Patricia Dehaney, Eryn Krueger Mekash, Matthew Mungle

“Ma Rainey: A Mãe do Blues” – Matiki Anoff, Larry M Cherry, Sergio Lopez-Rivera, Mia Neal

“Mank” – Kimberley Spiteri, Gigi Williams

“Pinóquio” – Mark Coulier

 

MELHOR SOM

“Missão Greyhound” – A ser confirmado

“Notícias do Mundo” – Michael Fentum, William Miller, Mike Prestwood Smith, John Pritchett, Oliver Tarney

“Nomadland – Sobreviver na América” – Sergio Diaz, Zach Seivers, M Wolf Snyder

“Soul – Uma Aventura com Alma” – Coya Elliott, Ren Klyce, David Parker

“Sound of Metal” – Jamie Baksht, Nicolas Becker, Phillip Bladh, Carlos Cortes, Michelle Couttolenc

 

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS

“Missão Greyhound” – Pete Bebb, Nathan McGuinness, Sebastian von Overheidt

“O Céu da Meia-Noite” – Matt Kasmir, Chris Lawrence, David Watkins

“Mulan” – Sean Faden, Steve Ingram, Anders Langlands, Seth Maury

“O Único e Incomparável Ivan” – Santiago Colomo Martinez, Nick Davis, Greg Fisher

“Tenet” – Scott Fisher, Andrew Jackson, Andrew Lockley

 

MELHOR CASTING

“Calm With Horses” – Shaheen Baig

“Judas and the Black Messiah” – Alexa L Fogel

“Minari” – Julia Kim

“Uma Miúda com Potencial” – Lindsay Graham Ahanonu, Mary Vernieu

“Rocks” – Lucy Pardee

 

MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICA

“Eyelash”

“Lizard”

“Lucky Break”

“Miss Curvy”

“The Present”

 

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO BRITÂNICA

“The Fire Next Time”

“The Owl and the Pussycat”

“The Song of A Lost Boy”

 

EE RISING STAR AWARD (PRÉMIO REVELAÇÃO) 

“Kingsley Ben-Adir”

“Morfydd Clark”

“Bukky Bakray”

“Ṣọpẹ́ Dìrísù”

“Conrad Khan”

 

A cerimónia irá decorrer domingo, dia 11 de abril. A não perder!

Filipa Carvalho

Metade humana, metade geek, tudo culpa do meu avô que todas as semanas, à segunda-feira, me levava ao cinema à sessão da tarde no Fonte Nova. Depois vieram os vizinhos com as NES e as DreamCasts e o bichinho continuou. Adoro uma boa série de comédia que me faça rir, um filme de terror que me deixe assombrada para o resto do dia e um jogo que me tire o sono. Também faço Gameplays no YT e desabafo no Twitter onde... bem.... o que dizer? Vocês conhecem como funciona o Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *