© LanKS via Shutterstock.com, ID 2115105728

Esta foi a primeira filha de dois vencedores dos Óscares a triunfar com a Academia de Hollywood

Nos anos 70, a filha de dois vencedores aos Óscares conseguiu também a cobiçada estatueta, tendo sido a primeira e última vez que tal aconteceu.

Todos nós sabemos que em Hollywood, o nepotismo é a palavra de ordem e são muitas as dinastias onde o talento corre pelo sangue de várias gerações. Entre as mais notáveis famílias de Hollywood, estão os Coppola, os Houston, Horner, Barrymore, Mankiewicz ou os Fonda.

Lê Também:   Óscares 2024 - Veja todos os Vencedores

Quando o assunto é prémios, esses legados de ouro também se verificam, por exemplo os Newman que são a família mais nomeada da história dos Óscares, acumulando 12 vitórias de um total de 95 nomeações. Uma história de sucesso que começou no patriarca, o compositor Alfred Newman (45 nomeações, 9 vitórias), estendeu-se aos seus irmãos Emil (1 nomeações) e Lionel (11 nomeações, 1 Óscar), aos seus filhos David (1 nomeação) e Thomas (15 nomeações) e ainda ao seu sobrinho Randy (22 nomeações, 2 Óscares).

© Allyson Riggs/A24

Porém, nem os Newman nem nenhuma destas icónicas famílias de Hollywood conseguiu aquilo que foi conquistado em 1973 e até hoje nunca replicado, uma filha de dois vencedores prévios do Óscar que também detém uma cobiçada estatueta dourada.

Lê Também:   Esta série tem 100% no Rotten Tomatoes e está de volta à HBO Max

Há um caso recente com Jamie Lee Curtis, uma conhecida “nepobaby”, que conquistou o Óscar de Melhor Atriz Secundária por “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”. A diferença é que embora seja descendente da realeza de Hollywood, nem o seu pai Tony Curtis nem a sua mãe Janet Leigh haviam conseguido arrecadar uma estatueta. Tanto Curtis como Leigh apenas foram reconhecidos uma vez pela Academia através de nomeações, ele em 1959 como Melhor Ator por “Os Audaciosos“, já Leigh como Melhor Atriz Secundária pelo seu desempenho no clássico de Alfred Hitchcock, “Psycho” (1960).




Liza Minnelli Óscares Cabaret
© 1972 Allied Artists-ABC Pictures

Ao vencer um Óscar de Melhor Atriz pela sua prestação em “Cabaret” (1972), de Bob Fosse, Liza Minnelli ajudou a sua família a alcançar algo que até hoje mais ninguém conseguiu, tanto o pai como a mãe e a filha detém Óscares.

Antes de Liza, já a sua mãe Judy Garland havia sido agraciada com o agora extinto Óscar juvenil como reconhecimento do seu trabalho em 1939 em “O Feiticeiro de Oz” e “Babes in Arms”. Famosamente, a atriz nunca venceu um Óscar competitivo, tendo sido nomeada como Melhor Atriz por “Assim Nasce uma Estrela” (1954) e como Melhor Atriz Secundária por “O Julgamento de Nuremberga” (1961).

Lê Também:   Este épico com 93% no Rotten Tomatoes é o filme mais visto em Portugal

Por sua vez, o cineasta Vincente Minnelli triunfou como Melhor Realizador junto da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas no ano de 1959 por “Gigi”, a comédia romântica musical que venceu também Melhor Filme. Tal aconteceu depois do seu musical “Um Americano em Paris” (1951) já ter vencido Melhor Filme, porém na altura George Stevens por “Um Lugar ao Sol” venceu a categoria de Melhor Realizador.

CLIP | LIZA MINNELLI VENCE O ÓSCAR DE MELHOR ATRIZ

E tu, já sabias que a família Minnelli/ Garland detinha este feito único nos Óscares?



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *