Daario Naharis foi a mais infame substituição de elenco em "Game of Thrones"| ©HBO

Os atores e atrizes substituídos em séries

[tps_header]

Atores substituídos em séries não faltam. De um dia para o outro, a personagem que tanto gostávamos passa a ser interpretada por alguém diferente. Nada a fazer senão aceitar e parar com as comparações.

Hoje recordamos múltiplos desses casos de atores substituídos. Lembram-se de todos?

A esmagadora da maioria das séries televisivas procuram lidar com os atores substituídos com a maior naturalidade possível. O que implica isso na maior parte dos casos? Que não tenhamos consciência de que um novo ator ou atriz vá interpretar aquela personagem até ao momento em que vemos a mudança em prática. É um dos males do ofício e é compreensível que seja frequente, tendo em conta agendas ocupadas e a longa duração das séries de televisão.

Muitas vezes os atores e atrizes são substituídos após o primeiro episódio, o episódio piloto. Eventualmente saíram do projeto porque encontraram um papel como protagonistas noutra produção. Por vezes há quem abandone uma futura super série de sucesso, onde tem um papel mais pequeno, para protagonizar uma série cancelada ao final de uma temporada. A verdade é que ninguém tem uma bola de cristal na altura de tomar estas decisões. Por isso, dizemos, uma e outra vez, adeus a diversos intérpretes em muitas das nossas séries favoritas.

Viajamos agora pelo universo dos atores substituídos em séries, cobrindo desde os casos de piloto até ao de personagens recorrentes, passando pelas poucas vezes em que a substituição foi reconhecida e as muitas em que foi ignorada!

[/tps_header]

KAITLIN COOPER EM “THE O.C” (2003 – 2007) 

atores substituídos the o.c
Shailene Woodley num dos seus primeiros papéis |©The CW

Em “The O.C”, série adolescente com a qual iniciamos esta galeria, verificámos um fenómeno menos comum. A personagem Kaitlin Cooper sofreu um recast (substituição de membro de elenco), não devido à saída da atriz, mas por escolha própria da equipa.

Inicialmente a irmã mais nova da protagonista Marissa Cooper (Mischa Barton) foi interpretada pela bastante popular Shailene Woodley (“Big Little Lies”, “A Culpa É das Estrelas”. Acontece que Shailene era ainda muito novita quando começou em “The O.C”. A atriz tinha 12 anos na altura da primeira temporada e desempenhou, durante seis episódios, o papel de uma menina apaixonada por cavalos e ainda longe dos dramas da adolescência.

A sua personagem, Kaitlin Cooper, na boa tradição das meninas de boas famílias, desapareceu durante algum tempo para frequentar um colégio privado. Quando regressou, passadas duas temporadas, era ja mais crescida e rebelde. O papel acabou por transitar de Shailene Woodley para Willa Holland (“Arrow”, “Legion“), que embora tivesse a mesma idade tinha um ar mais adulto e mais adequado às novas necessidades do papel.




THE NIGHT KING EM “GAME OF THRONES”  (2011 – 2019) 

Game of Thrones Night King
The Night King, “Game of Thrones” | © HBO

Esta já é mais às escuras, mas por isso não é menos verdadeira. Debaixo de imensas camadas de maquilhagem e efeitos especiais esconde-se um ator por trás de cada white walker e claro, por trás do temível Night King, o supremo líder da noite.

No decurso da temporada 6 de “Game of Thrones” o ator que dá vida ao Night King foi alterado. O intérprete original, Richard Brake (“Doom”, “Ray Donovan”), teve um contratempo na sua agenda e, por estar ocupado com as gravações de “The Bastard Executioner”, acabou por ser substituído por Vladimir Furdik – ator e duplo que desempenhou diversos papéis em “Game of Thrones”. Furdik já tinha inclusive desempenhado o papel do primeiro white walker que Jon Snow matou e, por isso, estava já no seu elemento.




RYAN VOGELSON EM “LAST MAN STANDING” (2011 –  )

Last Man Standing Nick Jonas
©FOX

“Last Man Standing” é, para quem não sabe, uma série da FOX protagonizada por Tim Allen e Nancy Travis. Esta comédia familiar acompanha a vida da família Baxter, é bastante apreciada e premiada e lançou algumas jovens carreiras notórias como por exemplo a de Kaitlyn Dever (“Booksmart”, “Unbelievable”) .

O que muitos não devem saber, ou pelo menos não se devem lembrar, é que Nick Jonas pertenceu ao elenco durante um episódio. É verdade, Nick foi o primeiro a dar vida à personagem Ryan Vogelson, que mais tarde viria a ser substituído por Jordan Masterson. O membros dos Jonas Brothers apareceu num episódio em 2011, numa altura em que a sua banda se encontrava em hiatus. Foi um único episódio, o de Natal, mas a sua presença na série é ainda assim assinalável.

É certo que Nick Jonas e Jordan Masterson não se parecem de todo, o que torna a escolha algo caricata.




GREG SERRANO EM “CRAZY EX-GIRLFRIEND” (2015 – 2019) 

Greg Serrano Skylar Astin Santino Fontana
Greg Serrano, personagem central, foi assumidamente interpretado por dois atores distintos |©The CW

A comédia (anti) romântica musical “Crazy Ex-Girlfriend”, focada numa advogada que se muda de Nova Iorque para uma pequena comunidade na Califórnia, centrou-se em muito num aparatoso triângulo romântico. O que acontece quando um dos lados desse triângulo decide sair do elenco?

Greg Serrano, o auto-depreciativo romance inesperado que a Rebecca Bunch de Rachel Bloom encontra em West Covina, foi inicialmente interpretado por Santino Fontana, ator recentemente premiado com um Tony pelo seu trabalho no musical da Broadway “Tootsie” e voz do príncipe Hans no filme “Frozen – O Reino do Gelo” (2012). Fontana era o único nome com mais peso num elenco de ilustres desconhecidos e rapidamente precisou de voltar à cidade mãe, Nova Iorque.

Quando Fontana abandonou a série, a sua personagem ficou inevitavelmente em segundo plano. Isto até a equipa criativa ter tido uma idea ousada, trazer a personagem de volta com Slykar Astin, de “Pitch Perfect”, e assumir que este era um ator diferente e fazer até algumas brincadeiras narrativas à volta dessa questão. Uma forma pouco usual mas graciosa para lidar com a questão…




TOBEY CAVENAUGH EM “PRETTY LITTLE LIARS” (2010-2017) 

Atores substituídos em séries
Toby foi interpretado por James Neate no episódio piloto |©ABC Family

Voltamos ao conteúdo adolescente com o fenómeno que foi “Pretty Little Liars”, a espécie de versão jovem de “Donas de Casa Desesperadas”. A história sobre um grupo de amigas alvo de perseguição desde a morte de uma delas teve como personagem de apoio essencial Keegan Allen como o misterioso e sempre suspeito Tobey Cabenaugh.

“Pretty Little Liars” foi responsável pelo início de carreira de atrizes como Ashley Benson, Shay Mitchell  ou Lucy Hale, e apesar de os nomes femininos serem o destaque do elenco, Tobey assumiu múltiplas funções narrativas chave. A maioria dos espectadores apenas recordam Allen no papel de Tobey, mas a verdade é que no episódio piloto foi James Neate que deu vida a esta personagem. Mais tarde, Neate viria a desempenhar papéis em conteúdos como “The 100” ou “The Man in the High Castle“.




BERIC DONDARRION EM “GAME OF THRONES” (2011-2019) 

Beric Dondarrion
Beric Dondarrion (Richard Dormer) |©HBO

Encontramos, uma vez mais nesta galeria, uma personagem substituída em “Game of Thrones”. Para os e as fãs mais atentos, ainda vamos revisitar (várias vezes) esta série que tantas surpresas nos pregou no que diz respeito a substituir membros do elenco.

É verdade, na longa história dos 9 anos de duração deste fenómeno televisivo, entre o leque mais infinito de personagens, 11 delas sofreram substituições. Quanto a Beric Dondarrion, membro da “Brotherhood Without Banners” e eterno campeão do regresso à vida, foi substituído logo após o início do seu arco narrativo. David Michael Scott foi substituído por Richard Dormer ao final de apenas um episódio no papel. É certo que esta a cara que associamos ao corajoso Dondarrion, interpretado por Dormer ao longo de 13 episódios. As razões para este recast (novo casting) são desconhecidas.




CAROL WILLICK EM “FRIENDS” (1994 – 2004) 

Friends Recast Carol
©NBCUniversal, Inc

“Friends” é uma das séries mais icónicas de todos os tempos. A comédia de situação acerca de um grupo de amigos na casa dos 20/30 na nova Iorque dos anos 90 é vista e revista por múltiplas gerações. Verdade seja dita, entrar em “Friends”, mesmo como personagem secundária, é uma ótima forma de exposição para um ator. Agora. Contudo, Anita Barone, a atriz que interpretou a ex-mulher de Ross no episódio piloto, não sabia, nem podia saber na altura que “Friends” se tornaria um fenómeno.

Barone deixou a série para procurar um papel com mais preponderância e fez parte do elenco fixo de “The Jeff Foxworthy Show” a partir de 1995. Entretanto, Carol Willick passou a ser interpretada por Jane Sibbett e é de facto dela que muito melhor nos lembramos.




DAARIO NAHARIS EM “GAME OF THRONES” (2011-2019) 

atores substituídos séries GOT
O recast mais notório da história da televisão? |©HBO

Todos sabíamos que era inevitável chegar a este nome, e por isso mais vale apresentar já a maior substituição no elenco de “Game of Thrones”. Daario Naharis, guerreiro destemido e interesse romântico da co-protagonista Daenerys Targaryen, foi sempre uma presença marcante no pequeno ecrã. Tal é verdade para qualquer um dos atores que lhe deu vida.

Sem qualquer aviso ou contextualização, Ed Skrein (“Deadpool”, “Alita”) abandonou a série e o papel de Daario ao final de três episódios na sua pele, numa altura em que o arco da personagem estava já formado. Diz-se que saiu devido à oportunidade de protagonizar um filme, mas o próprio ator indicou que esta decisão tinha sido “política” em entrevista, o que torna a sua saída menos clara.

Skrein foi substituído por Michiel Huisman (“A Idade de Adaline”), um intérprete que fisicamente e em termos de linguagem corporal em nada se assemelha ao anterior ator. Ainda assim, não ficámos nada mal servidos com este novo Daario, que ficou connosco durante 18 episódios.




 DARRIN STEPHENS EM “BEWITCHED” (1964 – 1972) 

atores substituídos séries
©Columbia/ Warner
“Bewitched” é um clássico incontornável da sit com e da televisão norte-americana. A história de uma feiticeira casada com um humano comum que desconhece os seus poderes continua a ser contada atualmente, e contou até com uma (dispensável) adaptação ao cinema protagonizada por Will Ferrel e Nicole Kidman.
Dick York popularizou o papel do marido da mítica Samantha ao longo de dezenas de episódios, isto até ser substituído por Dick Sargent para que York tivesse a oportunidade de recuperar da sua dor crónica de costas. A comédia esteve mais alguns anos no ar, mas os fãs nunca conseguiram esquecer ou perdoar esta inesperada substituição.
Darren foi interpretado por Dick York durante os primeiros 6 anos da série, enquanto Dick Sargent desempenhou o papel nos últimos 3 anos. A série viu como consequência desta substituição uma queda nas audiências.




MYRCELLA BARATHEON EM “GAME OF THRONES” (2011 – 2019) 

atores substituídos
©HBO
Já sabíamos, mas fica aqui reforçado. “Game of Thrones” é uma fonte fortíssima para recasts. Podíamos compilar uma destas galerias incluindo apenas grandes e pequenos nomes substituídos ao longo da duração desta série. Aqui temos um caso bastante típico de recast em séries. Quando uma personagem está finalmente mais adulta, e já não aparecia há algum tempo, por vezes é necessário um novo ou nova intérprete que se adeque melhor às necessidades atuais da narrativa. Apesar de a nova atriz ser de facto mais adulta que a Myrcella “original”, o maior desenvolvimento de Myrcella precisaria agora de uma atriz mais experiente.
Aimee Richardson foi Myrcella durante as primeiras cinco temporadas do drama épico fantástico. Foi depois substituída por Nell Tiger Free, sem saber nada acerca desta substituição até se deparar com a substituição num painel da San Diego Comic Con. Free foi Myrcella por quatro episódios até triste desfecho da personagem.




PAMELA BURKHARD EM “THAT ’70’s SHOW” (1998 – 2006) 

Brooke Shields and Mila Kunis in That '70s Show (1998)
©FOX
“That ’70’s Show” é uma pequena pérola da televisão na viragem do milénio. A série retrata a vida de um grupo de adolescentes nos anos 70 e apresentou-nos nomes que se viriam a tornar incontornáveis como Mila Kunis (“O Cisne Negro”), Ashton Kutcher (“Dois Homens e Meio”), Danny Masterson (“The Ranch”), Laura Prepon (“Orange is The New Black”) ou o protagonista Topher Grace (“BlacKkKlansman“).
A personagem da mãe da Jackie de Mila Kunis foi interpretada durante 8 episódios por Brooke Shields. Antes disso o papel era de Eve Plumb (durante um único episódio). A versão de Shields era mais moderna e sensual, enquanto que a de Plumb era mais conservadora e pesada. Neste caso, o novo casting poderá dever-se a uma alteração de rumo a tomar com a personagem.




TOMMEN BARATHEON EM “GAME OF THRONES” (2011-2019) 

Atores substituídos em séries Dean-Charles Chapman
©HBO

É verdade, dos três filhos de Cersei e Jaime apenas Joffrey foi sempre interpretado pelo mesmo ator. Tommen precisava, ao contrário de outras personagens, de facto de ser substituído. Callum Wharry interpretou inicialmente o pequeno rei, mas o papel foi-se tornando mais exigente e adulto e era imperativo que fosse entregue a um ator mais “crescido” e capaz de assumir o desafio.

Dean fez um ótimo trabalho enquanto Tommen e hoje em dia está dar fortes cartadas no mundo da representação, tendo participado em “1917”  e “The King” no ano passado. Em 2020 co-protagoniza o filme adolescente “Here Are the Young Men”.




JAMES KENT EM “TRUE BLOOD” (2008-2014) 

True Blood Recast James
©HBO

Quem se lembra, na era dos vampiros e lobisomens, de “Twilight” e “Vampire Diaries”, da lufada de ar fresco que foi “True Blood”? Apesar do seu fim desvirtuado nunca esqueceremos o estranho quadrado romântico formado pela Sookie de Anna Paquin, cobiçada por dois vampiros (Stephen Moyer e Alexander Skarsgård), um lobisomem (Joe Manganiello)  e um cão (Sam Trammell).

Em tempos houve também James Kent, durante 10 episódios. James foi um vampiro extremamente inteligente e sensual que surgiu na sexta e sétima temporada da série. James envolve-se com Jessica mas acaba por ter um caso com Lafayette Reynolds, interpretado pelo falecido Nelsan Ellis.

O papel pertence de corpo e alma a Nathan Persons mas inicialmente foi interpretado por Luke Grimes. Grimes deixou voluntariamente o programa por não se sentir confortável em interpretar uma personagem gay, o que segundo diversas fontes deixou a equipa e elenco profundamente desiludidos.




THE THREE-EYED RAVEN EM “GAME OF THRONES” (2011-2019) 

atores substituídos séries
©HBO

O Corvo dos Três Olhos é mais uma personagem, entre muitas, que sofreu um recast ao longo da duração de “Game of Thrones”. Em grande parte tal pode explicar-se à elevada caracterização e poucas falas de algumas destas personagens. o “three-eyed raven” foi inicialmente interpretado por Struan Rodger numa prestação com pouco que se lhe diga, que muito consistia em estar parado e não falar.

Até ao momento em que o papel passou para o grande Max von Sydow (de “O Sétimo Selo“), que morreu este ano aos 90 anos. Deixou um enorme, gigantesco legado, entre ele este papel, que interpretou em apenas três episódios.




ANN VEAL EM “ARRESTED DEVELOPMENT” (2003 –   ) 

Ann Arrested Development
©Netflix
Quem já viu “Arrested Development” sabe que esta série concentra em si muitas das melhores e piores qualidades que um programa televisivo pode ter. A comédia familiar arrancou em 2003 e foi desde logo incrivelmente criativa, sarcástica e reforçada pelas maravilhosas performances centrais de nomes como Jason Bateman, Michael Cera, Portia de Rossi, Tony Hale, Jeffrey Tambor ou Will Arnett.
A história da família Bluth parecia boa demais para ser verdade e talvez gostássemos de nunca a abandonar. Contudo, passados 17 anos e apenas 84 episódios depois, está na altura da série acabar. Verdade seja dita, perdeu todo o charme desde que se mudou para a Netflix. “Arrested Development” está sempre a ser cancelada e retomada e é infinita.
O seu elenco nunca deixa de dar provas da sua qualidade, ao longo de todos estes anos. Em temos que já lá vão, George Michael Bluth (Michael Cera) teve uma namorada Ann. Uma rapariga chata e amorfa inicialmente interpretada por Alessandra Torresani. Esta foi substituída pela carismática Mae Whitman (“Scott Pilgrim”, “Parenthood”), a certa altura e sem grande contexto. Ann deveria ser substituída uma e outra vez, como parte de um gag, mas os criadores gostaram tanto de Mae que a escolheram definitivamente para o papel.




MATEO EM “JANE THE VIRGIN” (2014-2019) 

atores substituídos
©The CW
Convenhamos, se não podemos confiar num ator adulto para se manter num programa sem assumir outro compromisso muito menos tal se aplica a uma criança. No que diz respeito a atores substituídos, é muito frequente em séries que os mais pequenos talentos mudem por razões tão simples como os pais decidirem que está na altura de uma vida mais normal.
Mateo, o impulsionador de toda a ação da série, resultado da inseminação artificial de uma virgem, foi substituído na quarta temporada de “Jane the Virgin”. Foi aliás, no poster promocional que esta substituição foi revelada. Elias Janssen assumiu o papel antes desempenhado por Joseph Sanders, que estava demasiado ocupado com os seus deveres escolares para conciliar as gravações com as necessidades da sua educação. Janssen foi Mateo entre 2016 e 2019.




REGGIE MANTLE EM “RIVERDALE” (2017 –   )

atores substituídos riverdale
©The CW

A série adolescente “Riverdale”, emitida na The CW Network e também em parceria com Netflix, é um gigante sucesso. Uma espécie de neo-noir adolescente baseada nas personagens da banda desenhada Archie Comics, “Riverdale” impulsionou o lançamento de algumas jovens estrelas como Lili Reinhart (“Hustlers”) ou Cole Sprouse (“A Distância Entre Nós”).

Reggie Mantle, sénior no Secundário e capitão da equipa de futebol e personagem regular do elenco, foi originalmente desempenhado por Ross Butler (“Teen Wolf”). Nesta altura, Reggie era algo secundário, e tinha pouco tempo de ecrã. Não sendo este um compromisso pleno, foi oferecido a Butler o papel de Zach Dempsey na popular série da Netflix “13 Reasons Why”. O ator acabou por ficar com pouco tempo para “Riverdale” e a partir da segunda temporada foi substituído por Charles Melton (“American Horror Story”), numa transição natural e pouco disruptiva.




LAURIE FORMAN EM “THAT ’70’s SHOW” (1998 – 2006) 

Laurie Foreman that 70's show
©FOX

“That ’70’s Show” figura uma vez mais nesta lista, desta vez por razões distintas e mais tristes. Lembram-se quando, em “The O.C”, Mischa Barton abandonou a série por ter problemas demasiado semelhantes aos da sua personagem? Bem, em “That ’70’s Show” aconteceu algo semelhante, mas com um impacto menor na evolução narrativa global e com direito a substituição.

Laurie é a irmã mais velha do protagonista Eric Forman (Topher Grace) e foi interpretada por Lisa Robin Kelly (“The X-Files”) ao longo de 50 episódios creditados. Kelly admitiu à ABC que abandonou a série de comédia familiar por ter um problema de alcoolismo, e que “fugiu” da produção. Infelizmente, Lisa acabou por morrer de overdose aos 43 anos, em 2013.

Na série de comédia, foi substituída por Christina Moore (“90210”) apenas durante a última temporada.




ROBIN HOOD EM “ONCE UPON A TIME” (2011 – 2018) 

Atores substituídos em séries Once upon a Time
©ABC

Aqui, junto da série de fantasia e aventura “Once Upon a Time”, encontramos um dos recasts mais inocentes e perdoáveis (tomara todos assim fossem). Robin Hood, mítica personagem que atravessa a cultura popular, literária e cinematográfica, foi interpretado durante um episódio da temporada dois pelo ator Tom Ellis (“Lucifer”). Devido a um conflito de agenda, numa altura em que o ator estava a gravar não uma mas duas séries (“Rush” e “Miranda”), houve necessidade de fazer um novo casting da personagem.

O papel foi parar às mãos de Sean Maguire, (“The Magicians”)  que deu vida a Robin Hood ao longo de mais de 50 episódios e que tornou assim a personagem inteiramente sua.




DICKON TARLY EM “GAME OF THRONES” (2011 – 2019) 

GOT
©HBO

Sim, uma vez mais chegamos aos campeões supremos dos atores substituídos: “Game of Thrones”. Não há sequer competição nesse campo mas, verdade seja dita, poucas séries tiveram tantas personagens ao longo de 8 temporadas. Quanto a Dickon Tarly, irmão de Sam. A personagem esteve durante um episódio nas mãos de Freddie Stroma, Corman McLaggen nos últimos filmes da saga “Harry Potter”.

Acontece que Stroma teve, como é comum, um contratempo de agenda, com a mini-série “Time After Time” para gravar. Foi então substituído por Tom Hopper (“Black Sails”) , bastante diferente do ponto de vista físico e ainda assim capaz de cumprir o propósito: servir como um enorme contraponto ao sensível Sam.




DELORES PASTERNAK EM “TWO AND A HALF MEN” (2003-2015) 

Atores substituídos two and a half men
©CBS

O enorme fenómeno de popularidade “Two and a Half Man” sofreu de um mal comum a muitas sitcoms -“How I Met Your Mother”, “The Big Bang  Theory” – durar demasiado tempo.

“Two and a Half Man” segue uma linha narrativa bastante comum e simples. Dois homens, uma criança, desgraça garantida. Esta história viu atores a sair e entrar, e de forma mais infame viu o seu co-protagonista Ashton Kutcher a substituir Charlie Sheen no elenco de forma muito inesperada e súbita. A série viu ainda um recast particularmente fora da caixa, quando Missi Pyle  (“Mom”) foi substituída no papel de Delores Pasternak por Alicia Witt (“Amor sem Aviso”). Tudo dentro dos conformes, até Missi ter regressado para o final da série, tornando tudo um pouco mais confuso.

Missi Pyle foi Delores apenas durante quatro episódios: um deles emitido em 2004, outro em 2010, o seguinte em 2011 e o último 2015, já depois de ter sido substituída. Vá-se lá compreender…




MANDY MILKOVICH EM “SHAMELESS” (2011 –   )

atores substituídos shameless
©Showtime
Jane Levy (“Zoey’s Extraordinary Playlist “) foi a primeira interprete a dar vida à caótica Mandy Mikovich na versão americana de “Shameless”. Levy interpretou a apreciada personagem apenas ao longo de 5 episódios da primeira temporada, mas conseguiu deixar uma clara marca junto dos fãs. Isto até ao momento em que abandonou o programa para se juntar ao elenco central da sitcom da ABC “Suburgatory”.
Mandy foi o primeiríssimo papel de Jane, que desde então protagonizou algumas séries. Quando abandonou “Shameless” foi substituída por Emma Greenwell (“Orgulho e Preconceito e Zombies”), que acabou por o interpretar até à sexta temporada e ao longo de 56 episódios.




SARAH BRAVERMAN EM “PARENTHOOD” (2010 – 2015) 

Parenthood Lauren Graham
NBC – © 2014 NBCUniversal Media, LLC/ Amazon
“Parenthood” ocupa um lugar muito especial no coração dos amantes de dramas familiares. Lauren Graham (“Gilmore Girls”) é por todos relembrada com carinho como Sarah.
Surpreendemente, a atriz que tinha já no currículo “super-mãe” depois de ser Lorelai Gilmore, não foi a primeira escolha para este papel. Sarah deveria ter sido a também talentosa Maura Tieney (“ER”), que na altura descobriu ter cancro da mama e teve assim que abandonar esta produção. Esta nova opção correu bem para ambas, tendo Graham deixado uma marca grande como Sarah e inclusive casado com o co-protagonista Peter Krause.
Maura teve uma recuperação total do seu cancro e acabou por se juntar ao elenco de “The Affair”. Tem sido vista em muitos projetos, recentemente tão diversos quanto o filme “Beautiful Boy” de 2018 ou “The Report” em 2019.




GREGOR CLEGANE A.K.A THE MOUNTAIN EM “GAME OF THRONES” (2011 – 2019) 

Gregor Clegane
©HBO

Voltamos à série campeã dos atores substituídos para vos introduzir ao campeão entre os campeões: The Mountain. O irmão do nosso querido The Hound não foi substituída nem uma, nem duas mas sim três vezes ao longo das 8 temporadas da série (ou antes, foi interpretado por três atores distintos). Inicialmente foi interpretado por Conan Stevens, duplo e ex lutador profissional, que a partir da temporada 2 teve de abandonar o barco devido a um papel em “The Hobbit”.

Por volta desta altura o ator e duplo Ian Whyte assumiu o papel, ao mesmo tempo que interpretava um dos gigantes. Por fim, o ator islandês Hafþór Júlíus Björnsson  assumiu o papel na temporada 4 a tempo da memorável cena em que esmaga o crânio de Oberyn Martel.

Sendo “The Mountain” um personagem bastante calado, que só foi ficando mais silencioso ao longo das temporadas, digamos que apenas a presença física do seu ator era verdadeiramente importante. Essa esteve sempre garantida. Aliás, no caso de Gregor Clegane, o seu último intérprete foi possivelmente o mais marcante.




JACKIE GEARY EM “THE GOLDBERGS” (2013 –   ) 

atores substituídos the goldbergs
©ABC

“The Goldbergs”, para quem desconheça, é uma série familiar da ABC. Esta é uma comédie encantadoramente retro que vai já na sua 8ª temporada e foi já nomeada para diversos prémios. A ficção decorre em Jenkintown, Pennsylvania nos anos 80 e segue a família Goldberg.

Jackie Geary, a namorada do filho dos Goldbergs, foi originalmente desempenhada por Rowan Blanchard. A partir de certa altura Jackie foi para a universidade e apenas voltava para casa durante as férias de verão. O criador da série garantiu aos fãs perturbados pela decisão que a escolha da substituição de elenco teria partido da parte da própria atriz. Contudo, a especulação manteve-se, isto porque Blanchard era bastante novinha, inclusive mais nova que a sua personagem. Foi então substituída por Alexis G. Zall, de 20 anos, quiçá mais indicada para o papel de universitária.




CATELYN STARK EM “GAME OF THRONES” (2011-2019) 

©BBC/ HBO

Já que abrimos com “Parenthood” um precedente para papéis em que o ator ou atriz mudou antes das filmagens sequer começarem, traremos assim mais algumas curiosidades nesse campo. E que série melhor para explorar esta temática do que “Game of Thrones”?

Sabiam que Michelle Fairley, que todos associamos a uma soberba interpretação como Catelyn Stark, na realidade não foi a primeira escolha para o papel? É verdade, Jennifer Ehle – Lizzie Bennet na magnífica série de “Orgulho e Preconceito” (1995) da BBC –  foi a Catelyn original e filmou inclusive o episódio piloto. Acontece que a atriz tinha acabado de dar à luz e estava com medo que este papel fosse demasiado exigente para uma nova mãe e acabou por sair.




SPARTACUS EM “SPARTACUS” (2010-2013) 

©Starz

Chegamos, nesta lista de atores substituídos em séries, ao nome mais triste desta lista. O ator britânico Andy Whitfield foi o protagonista do drama histórico “Spartacus” (2010–2013) e deu vida a esta personagem durante 13 episódios da primeira temporada emitida em 2010. Era, aliás, a personagem titular.

Infelizmente Andy morreu aos 39 anos depois de uma luta contra um linfoma e deixou para trás a sua mulher, filhos e uma promissora carreira. A produção esperou pelo ator para voltar a arrancar com as gravações mas, após o seu falecimento em 2011, acabaram por decidir continuar a série com outro ator. Durante as restantes temporadas Liam McItyre passou a ser Spartacus. Liam fez um trabalho consensualmente satisfatório enquanto segunda escolha. Contudo, a produção manteve-se de certa forma abalada devido a esta morte precoce.




DAENERYS TARGARYEN EM “GAME OF THRONES” (2011 – 2019) 

atores substituídos emilia clarke
©Showtime/ HBO

Voltamos uma última vez a “Game of Thrones” para revelar aquela que foi a maior substituição de elenco, uma que aconteceu antes dos episódios irem sequer para o ar. Emilia Clarke é a única pessoa que alguma vez associaremos a Daenerys Targaryen. A personagem valeu-lhe nomeações a 4 Prémios Emmy e uma carreira promissora no cinema que arrancou já em força num campo muito distinto, o das comédias românticas.

É estranho pensar que Emilia não foi a primeira atriz a ser escolhida para interpretar Danny. Antes de Clarke foi recrutada para o papel outra atriz pouco conhecida, Tamzin Merchant, que foi em tempos uma das irmãs Bennet em “Orgulho e Preconceito” (2005), Catherine Howard em “The Tudors” (2009) e participou em 2019 na série da Amazon “Carnival Row”, a qual é protagonizada por Orlando Bloom e Cara Delevingne.

Tamzin chegou inclusive a gravar o primeiro episódio piloto, que foi todo ele rejeitado e novamente gravado com uma nova Catelyn e uma nova Daenerys. O que teria acontecido à carreira destas duas atrizes se o recast nunca tivesse acontecido? Conheceríamos sequer Emilia? Teria Tamzin dado uma melhor Danny? Nunca saberemos.




ELEANOR WALDORF EM “GOSSIP GIRL” (2007 – 2012) 

THE CW Gossip Girl
©The CW

Aqui fica mais uma substituição “inocente”. O drama adolescente “Gossip Girl” é um dos marcos do género e, embora pareça agora um pouco datado, era na altura considerado progressivo na sua representação mais livre das experiências dos jovens. Algo comum nas séries é que alguns atores mudem do piloto para o segundo episódio. Isto porque o piloto é gravado com antecedência para a famosa “pilot season”, quando estes primeiros capítulos são mostrados às televisões.

Acontece que entre gravar um piloto e colocar a série no ar algum tempo passa. No caso da mãe da co-protagonista Blair, esta foi inicialmente interpretada por Florencia Lozano que acabou por abandonar o papel e ser substituída por Margaret Colin (“Veep”) no quarto episódio. Não se sabe bem o porquê desta saída, mas conflitos de agenda parece sempre uma boa aposta…

Acreditas que estas substituições foram para o melhor ou pior?

[tps_footer]

Lê Também:   Emmys 2019 | Os 17 atores que mais Emmys ganharam na história da cerimónia

[/tps_footer]



Também do teu Interesse:


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *