© 2024 Netflix, Inc.

Estas são as 8 melhores séries candidatas à conquista dos Emmys

Agora que “Succession” acabou, a disputa nos Emmys pela Melhor Série de Drama tem o caminho livre e há 8 séries que são já fortes candidatas ao trono.

SUMÁRIO

  • Os Emmys decorrem já no dia 15 de Setembro de 2024 e prometem premiar as melhores séries da atualidade;
  • Com o fim de “Succession” e o impacto da greve de Hollywood, espera-se uns Emmys mais surpreendentes;
  • Assim, “The Crown”, “The Morning Show” e outras séries de drama procuram conquistar a cobiçada estatueta.

A cerimónia dos Emmys 2024 vai decorrer já no dia 15 de setembro de 2024, sendo que as suas nomeações serão reveladas a 17 de julho. Chegou então a hora de olharmos para os principais candidatos na categoria de Melhor Série de Drama.

Lê Também:   Estes 10 filmes já são fortes candidatos à conquista dos Óscares 2025

Este ano promete trazer muitas surpresas, já que sem “Succession”, “The White Lotus” ou “The Last of Us”, o caminho está livre para o surgimento de vários concorrentes inesperados. Para além disso, estes Emmys foram também profundamente impactados pela greve de Hollywood.

Emmys Loki
Irá a segunda temporada de “Loki” conseguir um lugar nos Emmys? © 2023 MARVEL.

Ainda assim, há várias séries de qualidade que estarão na corrida para conseguir ser uma das oito produções reconhecidas na categoria principal da cerimónia dos Emmys. Para além das que se seguem, é importante mencionar ainda: “Mr. and Mrs. Smith” (Prime Video), “Loki” (Disney+), “Elsbeth” (CBS) e “Will Trent” (ABC).


8. O PROBLEMA DOS 3 CORPOS (NETFLIX)

Esta série começa nos anos 60, durante a Revolução Cultural Chinesa e conta a história de uma jovem envolvida num projeto secreto de comunicação com extraterrestres. É então que toma uma decisão que vai mudar a história! Esta opção afeta inclusive os cientistas dos dias atuais, obrigando-os assim a lutar contra a maior ameaça à humanidade. No seu elenco, encontramos nomes como Eiza González, Saamer Usmani,  Sea Shimooka,  Zine Tseng,  Jess Hong, John Bradley, Jovan Adepo, Jonathan Pryce, Benedict Wong, Tsai Chin e Liam Cunningham.

Lê Também:   Os 6 melhores filmes e séries para ver na Netflix, Prime Video, Apple TV+ e HBO Max (15 a 20 de Abril)

Mesmo não estando a ser um fenómeno nível “Game of Thrones”, a série pode usufruir da visibilidade que a Netflix lhe dá e conseguir um lugar entre as oito candidatas. Ajuda claro que a competição é muito mais aberta que nos últimos anos. A história já nos ensinou que quando há muita incerteza, os votantes tendem a nomear séries que foram muito vistas. Seguindo o exemplo de “Emily in Paris” e “Cobra Kai” nos Emmys 2021, “O Problema dos 3 Corpos” pode assim conseguir a vaga por ser uma das candidatas mais assistidas.


7. THE CURSE (SHOWTIME)

“The Curse” conta a história de Whitney (Emma Stone) e Asher Siegel (Nathan Fielder), um casal recém-casado que tenta levar a sua visão de habitação ecológica a uma pequena comunidade no Novo México. A sua luta chama à atenção de um produtor de reality shows, Dougie (Benny Safdie), que vê uma oportunidade na sua história. No entanto, o casal acaba envolvido numa teia de situações de ética questionável, enquanto tentam também manter o seu relacionamento.

Lê Também:   Os 6 melhores filmes para ver na Netflix, Disney+, Prime Video, Apple TV+ e HBO Max (8 a 14 de Abril)

Durante a temporada do inverno, a série valeu uma nomeação como Melhor Atriz em Série de Drama nos Golden Globes a Emma Stone. Para além disso, conseguiu uma vaga em Melhor Escrita para Série de Drama no Writers Guild Award, o que simboliza algum apoio por parte deste departamento. No passado, os guionistas conseguiram catapultar a subestimada “What we do in the Shadows” para uma nomeação como Melhor Série de Comédia em 2020. Ainda que não seja para toda a gente, “The Curse” conta 94% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes. Sem “Succession” ou “The White Lotus” à vista, a série pode conseguir entrar nesta categoria com base no forte apoio dos seus fãs.


6. AHSOKA (DISNEY+)

Ahsoka Tano (Rosario Dawson) viaja de um extremo a outro da galáxia em busca do Grande Almirante Thrawn (Lars Mikkelsen), um antigo comandante no Império.

Lê Também:   O controverso novo filme de Jenna Ortega chega aos cinemas portugueses esta semana

É bem possível que uma série do Disney+ consiga surgir aqui. Muitos acreditam que “Loki” tem mais chance, porém o historial da Marvel na categoria de Drama é muito baixo. Ao contrário das séries do universo Star Wars que têm sido constantemente abraçadas pelos votantes do Emmy. Ainda que “Ashoka” não tenha tido o impacto que “The Mandalorian” e “Andor” tiveram, há provas suficientes de que os votantes têm um soft spot pelo universo “Star Wars”.


5. SLOW HORSES (APPLE TV+)

“Slow Horses” segue uma equipa de agentes secretos britânicos que trabalham numa sede abandonada do MI5, a Slough House. Gary Oldman é Jackson Lamb, o brilhante mas irascível líder dos espiões que acabaram na Slough House após cometerem graves erros nas suas carreiras.

Lê Também:   Os 6 melhores filmes e séries para ver esta semana na Netflix, Disney+, Apple TV+ e SkyShowtime

Estreada em 2022, “Slow Horses” nunca chegou perto de ser considerada pelos Emmys. Porém, sempre houve um burburinho sobre como esta era uma das melhores séries que ninguém via. Este ano, Oldman conseguiu surpreender e aparecer nos Globos de Ouro como Melhor Ator em Série de Drama. Agora, é esperado que na sua terceira temporada, os Emmys dêem as boas-vindas a esta que é uma das séries mais elogiadas da categoria.


4. THE GILDED AGE (HBO MAX)

Em “The Gilded Age”, a jovem Marian Brook (Louisa Jacobson) a filha órfã de um general do sul muda-se para a cidade de Nova York onde irá morar com as suas tias, a rígida e tradicional Agnes (Christine Baranski) e a mais generosa e progressista Ada (Cynthia Nixon).

Lê Também:   HBO Max em Abril | Nova Minissérie com Robert Downey Jr. (Oppenheimer) e outras perólas

Criada por Julian Fellowes (“Downtown Abbey”), a primeira temporada da série ganhou um Emmy na categoria de design de produção. Atualmente, a sua popularidade tem crescido e a produção já mostrou apoio da indústria ao conseguir uma nomeação em “Melhor Elenco de Série de Drama” junto dos Screen Actors Guild Awards. Com um elenco luxuoso e um enorme prestígio associado, esta é certamente uma aposta certeira na categoria de Melhor Série de Drama.


3. FALLOUT (PRIME VIDEO)

Baseada nos populares videojogos, “Fallout” passa-se 200 anos depois do apocalipse. Os habitantes dos luxuosos refúgios antinucleares são obrigados a regressar ao mundo cheio de radiação que os seus antepassados deixaram e ficam surpreendidos ao descobrir que os espera um universo incrivelmente complexo, alegremente estranho e muito violento.

Lê Também:   Este surpreendente filme continua a liderar os mais vistos em Portugal e nem Dune 2 ou Godzilla o conseguem destronar

Ainda que a série não parece ter conquistado o nível de falatório que se esperava, “Fallout” tem sido a série mais vista na Prime Video, conquistando tanto os fãs como a crítica. A produção estará em consideração para várias categorias técnicas, o que lhe dá também um avanço na categoria principal.


2. THE MORNING SHOW (APPLE TV+)

Na terceira temporada da série protagonizada por Jennifer Aniston e Reese Witherspoon, um titã da tecnologia (Jon Hamm) mostra interesse na UBA, colocando o futuro do canal em causa e as lealdades são levadas ao limite. São formadas alianças inesperadas e verdades usadas como arma, ao mesmo tempo que toda a gente é forçada a confrontar os seus valores.

Lê Também:   As melhores séries no streaming para ver esta semana

Aqueles que andam desatentos até podem pensar que “The Morning Show” é um sucesso com os Emmys. A verdade é que apesar das suas onze nomeações, a grande prioridade da Apple TV+ nunca conseguiu uma nomeação na categoria principal. Na sua terceira temporada, é esperado que a maldição seja finalmente quebrada e que a série seja uma das líderes de nomeações, ao exemplo do que já aconteceu com o Critics’ Choice Awards este ano.


1. THE CROWN (NETFLIX)

A princesa Diana (Elizabeth Debicki) e Dodi Fayed (Khalid Abdalla) estreitam o seu relacionamento, mas um fatídico acidente de automóvel muda a sua história para sempre… Após a morte da mãe, o príncipe William (Ed McVey) tenta voltar à rotina em Eton, enquanto a monarquia enfrenta a opinião pública. À medida que a data do seu Jubileu de Ouro se aproxima, a rainha Elizabeth II (Imelda Staunton) contempla o futuro da monarquia: o casamento de Charles (Dominic West) e Camilla (Olivia Williams) e o início do conto de fadas de William e Kate (Meg Bellamy).

Lê Também:   Irá a nova série dos criadores de Game of Thrones regressar para uma segunda temporada na Netflix?

Com 69 nomeações e 21 vitórias, “The Crown” tem um currículo invejável nos Emmys. Porém, as suas duas últimas temporadas foram as mais criticadas. Ainda assim, a série de Peter Morgan deve tomar a dianteira já que a concorrência aparenta estar mais fraca do que os últimos tempos.

Quais  são as tuas apostas para os Emmys 2024?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *